subscribe img
Endereço:

80 Ladeira dos Barris,
Salvador, Bahia

Telefones:

POL1

O sindicato protocolou a denúncia, nesta quinta- feira(28), junto ao delegado-geral O SINDPOC denuncia que  os policiais civis ao invés de estarem protegendo a população baiana e os turistas através da investigação e elucidação dos crimes durante o carnaval deste ano, estão no Shopping  da Bahia, localizado no Iguatemi, " tomando conta" da distribuição de abadás dos blocos carnavalescos e camarotes.O sindicato protocolou um ofício, nesta quinta-feira(28), junto ao  delegado-geral, Bernardino Brito, o qual denuncia  esse quadro de" desvio de função" e pede ao gestor que adote as medidas legais cabíveis, em caráter de urgência. O Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, ressalta que os policiais civis estão fazendo um serviço que é atribuição da Polícia Militar, de policiamento ostensivo, para defender interesses dos empresários dos blocos carnavalescos e camarotes. "Atribuição da Polícia Civil é investigar e elucidar crimes e não ficar tomando conta de abadá em shopping. Colocar policiais civis para ficarem responsáveis pela distribuição de abadás fragiliza a  política de Segurança Pública. Não é o que o Governo do Estado quer, nem os baianos e nem os  turistas. A sociedade quer que os policiais desempenhem seu papel de investigar e combater os crimes e não ficarem em uma pequena área trabalhando em função dos interesses dos camarotes e dos blocos que deveriam ficar responsáveis pela distribuição dos abadás",frisa  o sindicalista, ao ressaltar ainda que, a Polícia Civil conta com um  efetivo muito pequeno, de apenas três mil servidores nas ruas, e ainda esse baixo quantitativo está tendo suas funções desviadas",  denuncia Eustácio Lopes. ASCOM SINDPOC

COMPARTILHAMENTO: