Mobilização do Sindpoc assegura transferência de investigador vítima de acidente de trânsito

Segundo informações, havia óleo na pista, o que fez o veículo derrapar e depois capotar quatro vezes.

A mobilização do Sindpoc garantiu a transferência, de Santo Antônio de Jesus para Feira de Santana, do investigador de Polícia Civil Adonias Almeida de Oliveira Filho. O policial está hospitalizado em decorrência de um acidente de trânsito, ocorrido na manhã dessa quarta, 18.

O investigador Pouchet, que também estava na viatura, sofreu ferimentos leves e passa bem. Já Adonias apresenta complicações na região da bacia, o que demanda cuidados complexos. “Por isso, fiz contato com a diretoria do Planserv e nos foi garantido e leito no hospital Hto, em Feira”, explica o presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes.


A viatura em que a dupla estava capotou, na manhã dessa quarta (18), nas proximidades do entroncamento se Salinas da Margarida, a bordo de uma viatura da Delegacia Territorial de Maragogipe. Óleo na pista teria causado o acidente.

Comissão oficializa solicitação para mudança no cálculo das horas-extras do plantão de carnaval

De acordo com a comissão, o pedido foi feito com base na legislação estadual, que estabelece faixas de valores para cálculo de horas-extras de acordo com o nível de escolaridade do cargo.

Foi protocolizado na Secretaria Estadual de Administração (Saeb), na tarde dessa terça, dia 17, solicitação para que o Estado reajuste o valor pago aos policiais civis pelas horas-extras do plantão do carnaval. O documento foi entregue por uma comissão composta por agentes de diferentes carreiras e visa igualar os recebimentos aos dos demais servidores que possuem nível superior.

De acordo com a comissão, o pedido foi feito com base na legislação estadual, que estabelece faixas de valores para cálculo de horas-extras de acordo com o nível de escolaridade do cargo.

O documento entregue pela comissão visa levar essa demanda ao plenário do Conselho de Políticas de Recursos Humanos da Saeb. Atualmente, o próprio órgão descumpre a lei e determina o pagamento diferenciado, mesmo quando há igualdade de escolaridade.

Clique aqui para ter acesso à íntegra do ofício.

Vice-prefeito de Salvador confirma participação em seminário sobre assédio sexual e moral na Polícia Civil

A iniciativa é do Movimento Juntos Somos + Fortes – que congrega diferentes representações de trabalhadores da Polícia Civil, e da Comissão de Direitos Humanos da Alba.

O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, confirmou presença no Seminário “Assédio Moral e Sexual: Inibe, Adoece, Mutila e Mata”, que será realizado, na próxima segunda-feira, dia 16, a partir das 8h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A iniciativa é do Movimento Juntos Somos + Fortes – que congrega diferentes representações de trabalhadores da Polícia Civil, e da Comissão de Direitos Humanos da Alba.

A iniciativa conta com apoio do gabinete do deputado estadual Hilton Coelho. O convite ao vice-prefeito foi feito durante assinatura de ordens de serviço para obras, pelo diretor parlamentar do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc), Érico Araújo.

O evento terá início às 8h e prosseguirá até às 17h30, com palestras e exposições de profissionais de diversas áreas, que abordarão como o assédio moral e sexual se dá e afeta a vida profissional e pessoal dos policiais civis baianos.

Isenção na renovação da CNH de Investigadores e peritos técnicos depende, agora, da Polícia Civil

Investigadores e peritos técnicos da Polícia Civil poderão, nos próximos dias, procurar os postos do Detran nas unidades do Serviço de Atendimento ao Cidadão (Sac) […]

Investigadores e peritos técnicos da Polícia Civil poderão, nos próximos dias, procurar os postos do Detran nas unidades do Serviço de Atendimento ao Cidadão (Sac) para renovar, de forma gratuita, suas carteiras de habilitação. O assunto foi tratado em reunião realizada entre o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) e a Diretoria de Habilitação do Detran, nessa quarta-feira, dia 11.

A gratuidade é um direito das duas carreiras e está em vigência desde 2018, mas nunca foi colocado em prática pelo Estado. “Agora, vamos aguardar a Polícia Civil encaminhar ao Detran a relação dos agentes aptos para que seja incluída no sistema e gere a isenção. Isso só depende, agora, da própria gestão da Polícia”, explicou o presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes.

Desde o ano passado, o sindicato vem cobrando, tanto do Detran, quanto da Polícia Civil, o envio dos nomes, para que os agentes possam exercer o direito à isenção. O encontro contou com a participação do diretor de Habilitação do Detran, Geraldo Mascarenhas, do chefe de gabinete do deputado estadual Niltinho, Fabricio, além de diretores do Sindpoc.