Search
quarta-feira 13 dezembro 2017
  • :
  • :

Denúncia: Delegacia de Cabeceiras do Paraguaçu possui apenas um investigador

DELEGACIA-DE-CABACEIRAS-DO-PARAGUAÇU (1)

A unidade policial não tem delegado e nem escrivão

O Sindicato dos Policiais Civis denuncia a situação de total abandono e precariedade da delegacia de Cabeceira do Paraguaçu, localizada a 150km da capital baiana.

A unidade policial não possui delegado, nem escrivão e conta com apenas um investigador  que assume a responsabilidade de atender o público sozinho, fazer os registros das ocorrências, diligências emergenciais e investigativas, procedimentos policiais internos, entre outras demandas. A viatura apresenta defeitos técnicos, o pátio destinado aos veículos apreendidos é aberto ao público sem nenhum tipo de fiscalização e segurança, a carceragem está com 400 litros de gasolina próximos  à madeiras,  colchão, lençol, papel, plástico com elevado risco de incêndio.

O Presidente do SINDPOC, Marcos Maurício, destaca que essa estrutura de Cabeceiras do Paraguaçu reflete o quadro de descaso do Governo do Estado com a maioria das delegacias baianas. ” O mais estranho é que todos os anos a gestão estadual publica na Lei Orçamentária Anual um investimento superior a R$ 4 bilhões reais na Segurança Pública e nós não vemos nenhum resultado  na  diminuição da violência e nenhuma mudança na estrutura das unidades policiais”, critica o dirigente sindical.

ASCOM SINDPOC




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress