DECEMBER 9, 2022
GERAL

Vitória: Associado é absolvido e parabeniza atuação do departamento jurídico do SINDPOC

post-img

Após 18 anos de batalha judicial, o associado do SINDPOC, IPC, Rui Reiner Pereira Maximo foi absolvido na última sexta – feira (29). A audiência do júri foi acompanhada pela vice – presidente do sindicato, Ana Carla Souza, a diretora jurídica, Luciene Rodrigues e o diretor parlamentar, Érico Araújo. Além da equipe do SINDPOC, os advogados do Escritório Criminal, Dr. João Teles e Dr. Marcelo Duarte estiveram presentes fazendo a defesa técnica do colega.  

Entenda o caso

Era o ano de 2004, houve uma troca de tiros com meliantes, onde o IPC Rui Reiner Pereira Maximo, agindo legítima defesa, atingira um deles que veio a óbito. Desse caso gerou um processo criminal além de um PAD. O processo se "arrastava" desde então, e só agora foi finalizado com a absolvição do policial. Vale ressaltar que o mesmo já havia sido absolvido no PAD.  

De lá pra cá, a vida do IPC mudou complemente, por esse fato ele começou a responder Processo Administrativo (PAD), isso o impediu de progredir na carreira.

Para o Dr. Marcelo Duarte, que acompanhou o caso durante todos esses anos, em nenhum momento a tese de legítima defesa foi descartada. “Nesse processo de Rui, o que observamos foram vários erros judiciários, o que explica a demora para a resolução da referida demanda. A todo instante nós trabalhamos com base na legítima defesa, na última sexta – feira Rui foi absolvido. Uma vitória de todos, do associado, SINDPOC e de toda a categoria que acompanhou a luta de Rui e do departamento jurídico sindical”, frisou Dr. Marcelo Duarte. 

Vida nova

Com o término do processo judicial, Rui declara que foi “tirado um peso de suas costas”. Olha rapaz, eu realmente sou muito grato a Deus. Com o final desse processo foi tirado um peso das minhas costas. Sabia que eu era inocente, atuei em minha legitima defesa, e finalmente chegou ao fim esse processo e terei uma nova vida”, disse Rui Reiner

Por fim, o associado do SINDPOC agradeceu a toda a direção sindical pelo suporte durante o processo e a equipe do escritório criminal que acompanhou o caso, na pessoa do Dr. João Teles e Dr. Marcelo Duarte pela forma aguerrida e incansável para que a justiça fosse feita. 
 
“A palavra é gratidão. Agradeço a todos do sindicato, a vice – presidente, Ana Carla, Luciene Rodrigues e ao meu irmão Érico que com suas orações sempre esteve comigo. Inclusive na sexta – feira estiveram lá, juntamente com outros colegas. 

Estendo os agradecimentos ao presidente Eustácio Lopes, por ter uma equipe atualmente e determinada ajudar os colegas. 

Não poderia esquecer dos advogados, Dr. João Teles e Dr. Marcelo Duarte pelo brilhante trabalho, não me deixaram sem suporte em nenhum momento, sempre trabalhando de forma aguerrida para que eu fosse absolvido, e graças a Deus isso aconteceu”, concluiu Rui Reiner Pereira Maximo.

Fonte: ASCOM - SINDPOC 


author-img_1

Domingos Segunda-feira, 09 de Mai de 2022 00:00

Fico feliz p vitoria do meu colega, por contado labor do tabalho, passoh por todo ess

author-img_1

Domingos Segunda-feira, 09 de Mai de 2022 00:00

Fico feliz p vitoria do meu colega, por contado labor do tabalho, passoh por todo ess

Cart