DECEMBER 9, 2022
GERAL

Policiais Civis iniciam a segunda fase da Operação Padrão na Bahia

post-img

Dando continuidade à mobilização pela regulamentação do Salário de Nível Superior e reestruturação da carreira policial no estado, os Policiais Civis da Bahia, com a liderança do Movimento Juntos Mais Fortes, deflagram nesta segunda – feira (10), a segunda fase da Operação Padrão.

Nesta etapa, o Escrivão de Polícia não deverá conduzir, realizar flagrantes, interrogatórios ou oitivas sem a presença do Delegado de Polícia. Além disso, o servidor não será obrigado a elaborar relatórios e portaria.

A Operação Padrão teve início no último dia 01 de janeiro, na ocasião os servidores sairão dos grupos funcionais, a partir de então, não estão fazendo uso de seu aparelho celular e dados móveis para exercerem suas funções na Policia Civil. 

Eustácio Lopes, presidente do SINDPOC, salienta a adesão da categoria ao ato como demonstração e unidade dos servidores.

“Chegamos a segunda etapa da mobilização, o primeiro ato da Operação Padrão foi um sucesso, com a participação ativa dos colegas, demonstrando unidade e comprometimento do policial civil com a luta”, disse o líder sindical. 

“Nesta segunda fase, o colega escrivão não deverá de maneira nenhuma, conduzir, realizar flagrantes, interrogatórios ou oitavas sem a presença do Delegado de Polícia. Vale lembrar que essas não são funções desses colegas, mas que infelizmente acabam fazendo isso. Mais  uma vez pedimos que o Governo do Estado abra um diálogo conosco, isso não ocorrendo daremos sequência a Operação Padrão e outros atos para que o nosso pleito seja atendido, que é a justa valorização de nossa concluiu Lopes.

Fonte: ASCOM - SINDPOC

Cart