subscribe img
Endereço:

80 Ladeira dos Barris,
Salvador, Bahia

Telefones:

Na terça-feira (6), o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (SINDPOC) participou de uma reunião com Ministério Público do Trabalho (MPT), representado pelo procurador do trabalho, Dr. Luís Antônio Barbosa da Silva. A reunião teve objetivo de solicitar ao MPT intermediação junto ao Governo do Estado sobre as condições de trabalho dos servidores da Policia Civil.

Segundo o presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, a reunião foi um instrumento importante onde a entidade pôde expor as dificuldades encontradas durante a Pandemia da Covid-19 e as péssimas condições de trabalho. Eustácio pontua que a entidade promoveu ação junto a justiça comum visando o afastamento dos policiais integrantes do grupo de risco, tendo havido decisão favorável ao pleito sindical, e que, no entanto, o Estado exigiu o retorno destes profissionais a atividade, além da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e condições insalubres em que as delegacias territoriais se encontram.

“Desde o inicio da Pandemia, a segurança pública foi considerada como serviço essencial, porém as péssimas condições de trabalho só cresceram diante de tantos protocolos sanitários a fim de evitar a proliferação do coronavírus. Solicitamos do MPT uma atuação junto ao Governo do Estado, os policiais estão adoecendo, já são mais de dois mil policiais infectados e 22 óbitos. A nossa luta é por dignidade e condições melhores de trabalho”, pontua Eustácio.

O SINDPOC irá apresentar provas e testemunhas das condições precárias de trabalho ao MPT, para que as devidas providências sejam tomadas.

COMPARTILHAMENTO: