Trajédia de Brumadinho: peritos técnicos pedem ao Governo do Estado que envie papiloscopistas baianos para que seja feita a identificação dos corpos

A Associação dos Peritos Técnicos do Estado da Bahia (SINDPEP)  lança campanha a qual pede ao Governador Rui Costa que envie papiloscopistas do Estado a […]

BRUM A Associação dos Peritos Técnicos do Estado da Bahia (SINDPEP)  lança campanha a qual pede ao Governador Rui Costa que envie papiloscopistas do Estado a Brumadinho para que seja feito o trabalho de identificação dos corpos. Através da técnica da papiloscopia os cadáveres são identificados de forma mais rápida e a Bahia possui maior contingente de papiloscopistas do Brasil. O SINDPOC se solidariza à campanha encabeçada pelo SINDPEP e ressalta a importância da papiloscopia aos danos sociais causados pela tragédia em Brumadinho. Segundo o perito técnico e Vice- Presidente do SINDPOC, Diego Messias, a Bahia possui um bom quantitativo de papiloscopistas e seria importante que os papiloscopistas integrassem as “forças” solidárias da Bahia. ” A gente sabe que uma das grandes dificuldades agora é fazer a identificação dos corpos. Nada mais justo e solidário colocarmos nossos papiloscopistas à disposição da tragédia de Brumadinho. Estamos pedindo ao governador que disponibilize os profissionais para diminuirmos a dor e a angústia dos familiares”, frisa Messias, ao lembrar que uma jovem do municipio de Itapetinga, que estava desaparecida, teve o corpo identificado em apenas um dia, devido à técnica de papiloscopia. ASCOM SINDPOC IMG-20190128-WA0001