Sindpoc alerta servidores para a campanha do Novembro Azul, mês da prevenção e diagnóstico ao câncer de próstata

O câncer de próstata atinge homens a partir de 50 anos, mas é necessária uma avaliação com antecedência, ou seja, a partir dos 45 anos para evitar o avanço da doença

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) apoia a campanha do Novembro Azul, que é um movimento mundial e tem como objetivo chamar atenção à saúde do homem.

Durante todo o mês de novembro, diversas campanhas são lançadas para alertar ao sexo masculino da importância de realizar a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata que atinge homens, a partir de 50 anos de idade, mas o ideal é que a consulta seja feita mais cedo, a partir dos 45 anos.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em 2017, 1.254 baianos foram à óbito e, no ano passado, até o início do mês de novembro, já tinha sido contabilizados 895 óbitos.

Para o diretor de comunicação do Sindpoc, Marlon Santa Rosa, a campanha é de extrema importância para evitar que, no futuro, os servidores sejam acometidos por uma doença indesejável. “O câncer de próstata é uma doença silenciosa que vem trazendo muitos prejuízos às famílias brasileiras. É decorrente da ignorância e do esquecimento em cuidar da saúde. Como esse mês é dedicado à saúde do homem por causa da próstata, a gente precisa valorizar a nossa saúde, principalmente, a nossa categoria que está vulnerável ao estresse, tensão e outras doenças”, destaca Marlon Santa Rosa.

Ascom Sindpoc