O Presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (SINDPOC), Eustácio Lopes, participou nesta segunda-feira (13) da reunião entre a executiva do Partido Socialista Brasileiro (PSB- Bahia)

O Presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (SINDPOC), Eustácio Lopes, participou nesta segunda-feira (13) da reunião entre a executiva do Partido Socialista Brasileiro […]

O Presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (SINDPOC), Eustácio Lopes, participou nesta segunda-feira (13) da reunião entre a executiva do Partido Socialista Brasileiro (PSB- Bahia) e dirigentes dos mais diversos segmentos do funcionalismo público estadual e centrais sindicais para discutir estratégias a favor da retirada da PEC 158/2019 que trata da Reforma da Previdência. Durante a reunião, a Deputada Fabíola Mansur falou sobre a posição do governo em dialogar pontos específico por categoria, mas ressaltou a importância do movimento em utilizar a casa legislativa para buscar diminuir danos.
Para Bebeto Galvão, as entidades e centrais sindicais precisam buscar alternativas para ampliar o debate com o governo. “Minha sugestão como encaminhamento é solicitar ao governo a retirada de prioridade da tramitação, para que seja possível discutir pontos específicos por cada segmento, a fim de reduzir danos, acredito que a nossa bancada pode ajudar nesta intermediação de diálogo”, pontuou Bebeto.


Eustácio Lopes, reforçou a necessidade de buscar alternativas para que a categoria não saia prejudicada, “minha sugestão é a reunião com o fórum das entidades e a deliberação para abrir o caminho do diálogo, a fim de atenuar pontos por categoria. Precisamos ter responsabilidades com a base. Infelizmente o governo decidiu agir de forma ruim e autoritária, o projeto poderia ter tido uma tramitação melhor, respeitando os prazos e as entidades que representam os servidores públicos, mas a luta continua e vamos permanecer mobilizados CONTRA A RETIRADA DE DIREITOS!”, finalizou Eustácio.