Notice: get_all_category_ids está obsoleto desde a versão 4.0.0! Use get_terms() em seu lugar. in /home/sindpocorg/public_html/wp-includes/functions.php on line 4435

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 273

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 308

Banco de Talentos: investigador é destaque na elucidação de crimes cibernéticos

Servidor possui larga experiência com investigação em ambiente virtual

Nossa homenageado do quadro Banco de Talentos, desta quarta-feira (11), é o investigador Romualdo Batista de Souza, 46 anos, lotado  no Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME), vinculado ao gabinete do Delegado-Geral, Bernadino Brito. O GME está sediado no prédio da Polícia Civil, da Mouraria, centro da capital baiana, onde ficava localizada a antiga ACADEPOL, e, atualmente, local que abriga as Delegacias de Estelionato e Digital.

O servidor há 23 anos trabalha no funcionalismo público da Bahia na área de Segurança Pública. Ingressou na Polícia Militar, em 1996, no cargo de soldado e, em 2004, foi nomeado na Polícia Civil baiana.

Com graduação no curso de “Gestão em Segurança Privada”, bacharelado em Direito, especialização em ” Segurança da Informação”, possui larga experiência em crimes cibernéticos e ministra palestras destinadas a alunos do ensino fundamental, médio e superior.  Entre uma dessas palestras, foi homenageado pelo Colégio Estadual Duque de Caxias, que lhe concedeu certificado de agradecimento ao trabalho de excelência que prestou à instituição.

O investigador destaca que o grupo foi criado com o objetivo de investigar fraudes financeiras,  estelionato, usurpação de propriedade intelectual, praticados na internet por organizações criminosas e outros tipos de crimes ocorridos no ambiente virtual.

“Desenvolvemos as investigações de acordo com os fatos. Determinadas informações só conseguimos mediante ordem judicial. Infelizmente, não dispomos de ferramentas tecnológicas para utilizarmos o processo de investigação. Mas nossa dedicação e interesse em prestar um serviço de qualidade à sociedade compensam. Nos valemos de ferramentas de pesquisa  que encontramos na própria internet, temos experiência profissional, a inteligência policial e as técnicas de investigação desenvolvidas pelas instituições da Polícia Civil”, ressalta.

O investigador salienta que o grupo disponibiliza um trabalho de suporte às delegacias da capital e do interior e, a partir de um trabalho coletivo, os servidores da unidade já conseguiram identificar a autoria de assaltos a coletivos, receptores de aparelhos celulares, de perfis falsos criados em redes sociais, casos de falsidade ideológica,  entre outros tipos de crimes cibernéticos.

“Já fizemos operação de busca e apreensão de sites governamentais e de empresas privadas que foram invadidos por hackers. “Eu gosto muito do que faço! Com o advento da tecnologia, as pessoas acabam sendo vítimas de estelionato, calúnia, difamação, pornografia infantil e  importunação sexual. Os cidadãos nos procuram aflitos em busca de uma solução, de um conforto. Tenho orgulho do trabalho que desenvolvo junto aos meus colegas da unidade”, declara.

Nosso servidor  que faz a diferença é casado, pai de um menino de 16 anos, e tem como principais hobbies curtir momentos com a família, viajar para o Litoral Norte e almoçar em restaurantes.

Ascom Sindpoc


Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 273

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 308

Na semana de prevenção ao suicídio, policiais civis protestam em frente ao DHPP da capital baiana

Devido à carga elevada de estresse e casos de assédio moral e sexual, a Polícia Civil registra elevado percentual de servidores que cometem suicídio

O suicídio é uma das consequências dos casos de assédio moral e sexual que ocorrem na Polícia Civil da Bahia

Nesta quinta-feira(12), a partir das 9h, com faixas, carros de som e apitos, entidades que compõem o Movimento Juntos Somos + Fortes( Sindpoc, Assipoc, Unipol, Aepeb-Sindicato e Sindpep) realizam ato político em frente ao prédio do DHPP, localizado no bairro da Pituba, da capital baiana, para denunciar a relação que existe entre as violências psicológicas que sofrem os servidores e os casos de suicídio recorrentes na Polícia Civil da Bahia.

Ascom “Movimento Juntos Somos +Fortes”


Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 273

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 308

Diretores do Sindpoc visitam Delegada-Geral Adjunta e propõem parceria

O sindicato defende construção de parcerias que visem lutar em prol dos policiais civis baianos

Diretores do Sindpoc  visitaram a  Delegada-Geral Adjunta, Ana Carolina, recém-empossada, com o objetivo de desejar “boas vindas” e sucesso à gestora na nova empreitada que irá abraçar. “Fomos acolher a gestora e esperamos construir parcerias em defesa dos nossos servidores”,  pontua o Presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes. A reunião contou com as presenças do Vice-Presidente do Sindpoc, Diego Messias, e do diretor Agrimaldo Souza.

Ascom Sindpoc


Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 273

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 284

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 301

Notice: Undefined index: host in /home/sindpocorg/public_html/wp-content/themes/SINDPOC/functions/setup.php on line 308

Audiência Pública debate “Impactos da Reforma da Previdência aos profissionais da Segurança Pública”

O debate contou com a participação de parlamentares, sindicalistas e representantes da sociedade civil

Entidades que compõem o Movimento Juntos Somos + Fortes ( Sindpoc, Assipoc, Unipol, Aepeb-Sindicato e Sindpep) promoveram audiência pública sobre “Os impactos da Reforma da Previdência aos profissionais da Segurança Pública”, na manhã desta segunda-feira(9), na Assembleia Legislativa da Bahia, articulada pelo deputado estadual Hilton Coelho(PSOL-BA) e realizada pela Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Alba.

O Presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais, Fábio Serravale, destacou que, nos últimos 10 anos, cerca de 200 policiais rodoviários federais foram mortos em serviço ou decorrentes da atividade laboral. ” É uma realidade da Segurança Pública de uma forma geral”, frisou. Serravale fez críticas à “regra de transição” ao citar um policial rodoviário federal que iria se aposentar nos próximos 15 dias e, caso a Reforma da Previdência seja aprovada em outubro, o servidor vai ter que trabalhar por mais quatro anos. “Não é justo uma pessoa que havia feito um planejamento de aposentadoria e, agora, talvez tenha o desejo de se aposentar frustrado”, alfinetou.

Para o sindicalista, os policiais do país nutriram esperança em relação à eleição de Jair Bolsonaro, acreditavam que o atual Presidente iria ter um olhar mais sensível à categoria e à Segurança Pública do Brasil. “Mas isso não foi efetivado na prática. Está claro as diversas manobras que o parlamento vem adotando. Fomos diversas vezes à Brasília e conseguimos mudar alguns pontos, mas ainda não nos atende”, pontuou , a ressaltar a importância da união entre os policiais para que seja feito um enfrentamento coletivo em prol da categoria.

O deputado estadual Hilton Coelho( PSOL-BA) frisou a importância de se romper com o mito de que a categoria está sendo beneficiada com a Reforma da Previdência. “Muito pelo contrário, os policiais estão sendo extremamente prejudicados e precisamos entender como a classe trabalhadora está sendo agredida para reafirmarmos nosso compromisso com a luta dos trabalhadores”, salientou o deputado estadual, responsável pela articulação política da audiência na ALBA.

O Presidente do Sindicato dos Policiais Federais(Sindpol), Zé Mário, fez uma reflexão sobre o termo “aposentadoria especial” que, na avaliação do sindicalista, abre brecha para críticas da mídia que colocou os profissionais da segurança pública na condição de privilegiados. “Precisamos destacar a necessidade de termos uma aposentadoria específica que atenda aos direitos e necessidades das nossas carreiras. O conceito de Aposentadoria Especial foi utilizado de forma mal intencionada pela imprensa que tentou passar uma ideia de um certo privilégio, algo que não condiz com a nossa realidade”, frisou Zé Mário.

A represente do DIEESE, Ana Georgina Dias, ressaltou que a Reforma da Previdência vai obrigar o profissional da Segurança Pública a ficar mais tempo na “ativa”.


“É um trabalho de risco, extremamente estressante e que promove um desgaste emocional muito grande. Os trabalhadores são acometidos por adoecimentos originados pelos sofrimentos psíquicos que são provocados pela atividade laboral. Sem contar os que são feridos e assassinados”, enfatizou, ao reivindicar melhores condições de trabalho e aumento do efetivo.

A mesa da audiência contou com as presenças do Presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes, do representante da Unipol, Kleber Rosa, do Presidente da Aepeb-Sindicato, Luiz Carlos, do Major Copérnico, Presidente da Associação dos Oficiais da PM “Força Invicta”, da presidenta da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, Neusa Cadore, e do Vice- presidente deputado Capitão Alden.

O diretor parlamentar do Sindpoc, Érico Araújo, e o representante da Unipol, Denilson Neves, também estiveram presentes ao debate. Será realizado, nesta quinta-feira(12), ato político contra o assédio moral e sexual na Polícia Civil, em frente ao prédio do DHPP, a partir das 9h, organizado pelo Movimento Juntos Somos + Fortes.