Em comemoração ao 2 de Julho, DELTUR promove feijoada de confraternização

Servidores de diversas unidades e autoridades participaram da feijoada

Como forma de comemorar os festejos em homenagem à Independência da Bahia, neste feriado do 2 de julho, a Delegacia de Proteção ao Turista(DELTUR), localizada no Cruzeiro de São Francisco, Pelourinho, ofereceu feijoada aos policiais civis e autoridades durante o cortejo tradicional dos baianos. Um momento de confraternização  que contou com a participação dos servidores de diversas unidades da capital baiana e de autoridades locais, como a Delegada Titular da DELTUR, Maritta Souza, organizadora e responsável pelo evento, a delegada plantonista Deijane  Matos, o Delegado Geral, Bernadino Brito, a Delegada Adjunta, Heloísa Brito, a delegada do (DEPOM), Fernanda Porfírio, o diretor do (DIP), José Eduardo, o Sub- Secretário da Segurança Pública, Ary Pereira, e Fábio Silva, da Coordenação de Fiscalização de Produtos Controlados (CFPC), da Polícia Civil. 

O Investigador lotado na DELTUR, Reonei Menezes, destaca que a Delegada Titular Maritta Souza há 10 anos oferece a feijoada durante os cortejos do 2 de julho. “Cerca de 400 pessoas passaram hoje pela delegacia! Muitos servidores da Polícia Civil e da Secretaria de Segurança Pública. Os investigadores e escrivães  vieram dá um abraço na nossa delegada e compartilhar conosco a alegria pela comemoração do 2 de Julho”, salienta o investigador

Forças da Segurança Pública do Brasil estão em vigília no Congresso Nacional em protesto à Reforma da Previdência

Os profissionais solicitam ao Governo Bolsonaro tratamento isonômico na Previdência Social em relação às Forças Armadas e Policiais Militares

As forças da Segurança Pública do Brasil, policiais civis,  guardas municipais, agentes penitenciários, policiais federais e rodoviários federais estão em vigília, no Congresso Nacional, na noite desta segunda-feira(1), em protesto à Reforma da Previdência. Os  profissionais saíram em caravana em diversos estados do país para exigirem um  tratamento  isonômico em relação aos direitos previdenciários que estão sendo garantidos apenas aos policiais militares e às forças armadas do país, representando um retrocesso e perdas históricas aos demais profissionais da Segurança Pública do Brasil.

O Presidente da Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis ( COBRAPOL), André Gutierrez, salienta que os profissionais estão em vígilia no Congresso Nacional para  aguardarem  uma posição do Governo de Jair Bolsonaro em relação à aposentadoria. “A Reforma da Previdência da forma  como está orquestrada,  estamos fadados a morrermos trabalhando. Se o desejo do Presidente Bolsonaro é que a Segurança Pública no nosso país seja feita pelos policiais militares e Forças Armadas ele vai conseguir”, declara o Presidente da COBRAPOL, André Gutierrez.

O Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, salienta que os profissionais reivindicam os mesmos direitos dos policiais militares e das Forças Armadas. “Nós queremos as mesmas condições dos policiais militares e das Forças Armadas. Vivemos uma guerra diária! Todos os dias policiais civis são abatidos e mortos no Brasil! As Forças Armadas vivem  aguardando uma iminência de uma guerra sendo que, na verdade, nós enfrentamos cotidianamente uma guerra. Não podemos deixar de sermos considerados como atividade de risco conforme prevê a Reforma da Previdência”, frisa Eustácio Lopes, Presidente SINDPOC.

Policiais civis, agentes penitenciários, federais e rodoviários federais  realizam um protesto contra a Reforma da Previdência, neste feriado do 2 de julho, às 13hs, na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Com o objetivo de discutir os crimes cibernéticos na contemporaneidade, a Pós-graduação da UNINASSAU realiza em 13 de julho, das 9hs às 12hs, evento que irá discorrer sobre “Análise jurídica da Invasão de possíveis  hackers no celulares do Ministro Moro e integrantes da Lava Jato”. 

A mesa será composta pelos palestrantes Leandro Bastos Nunes, especialista em Direito Penal e Processo Penal e Procurador da República, e Gamil Foppel Doutor em Direito Penal pela Universidade Federal de Pernambuco, professor da UFBA e da UNB. A palestra será realizada no auditório da UNINASSAU, no campus da Pituba,capital baiana, as inscrições são gratuitas e devem ser feitas através do e-mail . Adriele.carvalho@uninassau.edu.br

A UNINASSAU através de parceria firmada com o SINDPOC, irá beneficiar os associados ao sindicato com descontos de 10 a 40% em cursos de graduação, pós-graduação e cursos profissionalizantes para os policiais civis, filhos e cônjuges. O evento integra a proposta de parceria entre as duas instituições. 

Para maiores informações

Telefone:(71) 3505-4500
Email:Adriele.carvalho@uninassau.edu.br
https://www.uninassau.edu.br/tags/pituba

Policiais filiados ao SINDPOC serão beneficiados com descontos promocionais em cursos de graduação, pós-graduação e profissionalizantes

A parceria vai contemplar também os filhos e cônjuges dos sindicalizados da capital baiana, região metropolitana e interior baiano

Através de parceria firmada com o SINDPOC , a UNINASSAU irá oferecer  descontos de 10% a 40% em cursos de graduação, pós-graduação e profissionalizantes  aos policiais civis que são associados ao sindicato,filhos e cônjuges. Entre as pós-graduações oferecidas pela instituição, destacam-se : direito Ambiental, Civil, Consumidor,  Administrativo, Constitucional, Tributário Trabalhista e a especialização em Ciências Criminais.  

A reitora da UNINASSAU, Cecília Emília Queiroz, destaca que esse é um momento de extrema importância que reafirma o compromisso da instituição como “agente de transformação da sociedade”. A reitora pontua que a  UNINASSAU  é uma instituição de Ensino, Pesquisa e Extensão que desenvolve e transforma a vida de várias pessoas através do conhecimento nas áreas de Humanas, Exatas e Saúde. “Além de estarmos com a nota 5, nota máxima do MEC, a exemplo do curso de Direito, nós temos um compromisso, principalmente, com a sociedade.  O  SINDPOC é um sindicato que representa uma categoria forte de extrema importância à   população. Essa parceria reafirma nossa defesa de uma educação social, uma educação transformadora que tenha como foco a sociedade civil! Poder ajudar na qualificação acadêmica e técnica dos associados ao SINDPOC, dos filhos e cônjuges é um motivo de orgulho e satisfação para nós!”, comemora a reitora da UNINASSAU Cecília Queiroz.

O investigador Reonei Menezes, filiado ao SINDPOC, lotado na DELTUR de Salvador, articulou a reunião que resultou na parceria com a UNINASSAU. “É fundamental investirmos na qualificação intelectual e acadêmica dos policiais civis e familiares. Vamos ser contemplados com muitos cursos de graduação, pós-graduação e técnicos, além dos eventos e ações que serão desenvolvidos pela UNINASSAU”,  ressalta o investigador. O encontro contou com as presenças da Vice-Presidente do SINDPOC, Ana Carla Conceição, da diretora Luciene Rodrigues e do sindicalizado Reonei Menezes

Para maiores informações: 

(71) 3505-4500
https://www.uninassau.edu.br/tags/pituba