logo
logo (71) 3016-4541
logo contato@sindpoc.org.br
Domingo, 29 de Mar de 2020 10:14

Médico supostamente contaminado por coronavírus preocupa a população de Ilhéus, incluindo um policial civil

O Policial Civil, lotado na DRFR de Ilhéus, Márcio Anderson, depois de ter passado 15 dias no município de Prado, num Encontro Nacional de Motociclistas, retornou para Ilhéus onde reside, já com sintomas de gripe. Diante do quadro leve, fez o auto isolamento e comunicou a Coordenação da Polícia Civil de Ilhéus, que solicitou ao médico Luiz Roberto que realizasse uma consulta domiciliar ao POLICIAL CIVIL, para que se necessário o mesmo fosse encaminhado para fazer exames clínicos.


De acordo Márcio, o médico lhe pré-diagnósticou com uma simples virose, porém o mesmo sugeriu que Márcio o procurasse na unidade de pronto atendimento (UPA), onde o mesmo estaria de plantão para melhor avaliá-lo, e só então dar um diagnóstico final e receitá-lo. Ao ir UPA, Márcio tomou conhecimento que o médico infetologista Luiz Roberto havia sido afastado por estar com sintomas do COVID-19. Segundo o policial civil, a maior preocupação é a negativa da unidade de saúde para realização do exame para confirmar se ele também estaria infectado com o coronavírus, já que o Dr. Luiz Roberto havia realizado a consulta sem a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (luvas e máscara).


Para além de Marcio, a população do município encontra-se apavorada, pois dezenas de pessoas foram atendidas por Luiz Roberto e nenhuma medida havia sido adotada pela Secretaria de Saúde de Ilhéus, para evitar que  pacientes fossem expostos, vindo possivelmente a contrair o coronavírus. A pergunta a ser feita agora é: Quantas pessoas já tiveram contato com o médico Luiz Roberto além de Márcio, e os pacientes da UPA que foram atendidos pelo mesmo?

Comentários

Adicionar comentário

CADASTRE-SE E RECEBA BOLETIM ELETRÔNICO