Servidor acusado de ilícito penal é absolvido

O servidor Getúlio Moraes é mais um exemplo do trabalho desenvolvido pelo departamento jurídico do SINDPOC. O policial foi acusado de ter cometido crime de extorsão e corrupção passiva durante a realização de sua atividade laboral.

 “A suposta vítima acionou a Corregedoria  contra o servidor mas, devido à atuação do jurídico do SINDPOC, o servidor foi absolvido na 2° vara criminal  por falta de provas”, pontua o advogado João Teles, do escritório “Teles Duarte e Rabelo/Advogados Associados”, responsável pela defesa do associado.