Devido ao jurídico do SINDPOC, mais um policial civil é absolvido

A acusação era de homicídio qualificado

Mais um policial civil filiado ao SINDPOC conseguiu ser absolvido na justiça devido ao trabalho desenvolvido pelo quadro de advogados do sindicato. O Diário Oficial do Estado publicou, nesta sexta-feira (26), a absolvição do investigador Sérgio Macalister, lotado na 14° Delegacia Territorial da Barra, e de outros servidores da Polícia Civil que estavam sendo acusados de homicídio qualificado.

O fato ocorreu em 1999, no bairro do Calabar, onde os servidores foram recebidos a tiros durante uma diligência por envolvidos em tráfico de drogas e assaltos na região. Na troca de tiros, um dos suspeitos veio a óbito.

O servidor Sérgio Macalister comemora a notícia da absolvição e agradece o apoio que recebeu do departamento jurídico do SINDPOC. ” É de suma importância o sindicato disponibilizar esse serviço de apoio jurídico haja vista que, infelizmente, esses casos, cotidianamente, acontecem com os servidores da Polícia Civil! Agradeço a competência e eficiência dos advogados do SINDPOC que, além de serem extremamente qualificados, foram muito atenciosos e se dedicaram com afinco a resolver o meu problema e de outros colegas. O jurídico está de parabéns!”, frisa o investigador Sérgio Macalister que, na época do ocorrido, era lotado na 11° Delegacia Territorial de Tancredo Neves.

O advogado do SINDPOC, Marcelo Duarte, ressalta que a defesa alegou que os policiais agiram em legítima defesa. “Eles atuaram em estrito cumprimento ao dever legal. Foram recebidos a bala! Não houve nenhuma infração à lei. Por isso, o Ministério Público absolveu !”, pontua.

ASCOM SINDPOC