Banco de Talentos: “a experiência na DEAM marcou minha vida!”, destaca o escrivão Marcelo Bispo

Há 15 anos exercendo a função de escrivão, Marcelo destacou momentos durante o trabalho na Polícia Civil que lhe serviram como lições de vida

Nosso homenageado do quadro Banco de Talentos, desta quarta-feira (23), é o escrivão Marcelo Silva Bispo, 44 anos, formado em Matemática com ênfase em Informática e pós-graduado em Matemática Financeira e Estatística. Atualmente, exerce a função de Coordenador do Cartório Regional da 9ª COORPIN de Jequié.

Servidor da Polícia Civil há 15 anos, Marcelo já passou por alguns cargos durante sua trajetória na PC. Em 2004, deixou de ser sargento da Polícia Militar e dedicou a vida ao trabalho como escrivão e já passou por diversos setores. “Já trabalhei em vários setores. Já fui do plantão, depois administrativo, centro operacional e agora estou no cartório regional, onde atuo na parte administrativa da Polícia Civil”, explicou.

Ao longo dos 15 anos de serviço, Marcelo relembrou os sete anos que trabalhou na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), em Jequié, e ressaltou que todos os policiais civis deveriam ter, pelo menos, uma passagem pela delegacia. “Eu acho que todo policial civil deveria trabalhar na DEAM porque você aprende muita coisa. Você lida com a vulnerabilidade dos outros, lida com a violência doméstica que é realizada às mulheres, pessoas idosas e crianças. Eu era muito machista e depois que fui para DEAM a minha concepção mudou bastante.Foi uma experiência que marcou minha vida”, enfatiza o escrivão.

No atual trabalho, onde assumiu em 2017, o servidor é responsável por todas as demandas solicitadas pelos policiais civis de Jequié: férias, folha de pagamento, Promoções, solicitação de aposentadoria, entre outras.

“Na Polícia Civil eu desempenho a minha função com muito orgulho. Eu gosto do que faço e tenho prazer em realizar o meu trabalho porque quando você faz o que gosta, tudo fica mais fácil”, acrescentou Marcelo.

Marcelo Bispo ressalta que o quadro Banco de Talentos do Sindpoc ajuda na integração entre os servidores. “Apesar da instituição aqui em Jequié não ser muito grande, nós não temos a oportunidade de conhecer a todos e saber o que cada um pensa”, disse o homenageado.

Nosso talento da semana torce para os times do Vitória e Flamengo, é casado, ama ir à praia e sempre aproveita o tempo livre para se dedicar às três filhas.

Ascom Sindpoc