Search
quinta-feira 18 abril 2019
  • :
  • :

Policiais protestam contra reforma da Previdência no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães

Policiais civis (escrivães, peritos técnicos e investigadores), policiais federais, policiais rodoviários federais e guardas municipais protestaram contra a Reforma da Previdência e em defesa da manutenção da Aposentadoria Especial,  no Aeroporto Luís Eduardo Magalhães,  de Salvador, na manhã desta terça-feira(9).


O Presidente do SINDPOC, Eustácio Lopes, destaca que os policiais estão unidos por uma aposentadoria digna e justa para os profissionais de segurança pública que  poderá ser fragilizada pelo projeto de Reforma da Previdência.

“Entregamos uma carta aos parlamentares que visa sensibilizar os deputados federais e senadores em relação à Reforma da Previdência.  Defendemos  uma aposentadoria diferenciada com 30 anos de contribuição, com  integralidade e paridade. A atividade policial é extremamente estressante. Os policiais correm risco de vida durante os dias de trabalho, inclusive, nas folgas com os  familiares. O policial envelhecido sem condição de fazer a investigação e a prisão, não tem como prestar um serviço de qualidade à sociedade.Os afastamentos por problemas emocionais originados pela carga elevada de stress são cotidianos. A vida média de  um policial é de 55 anos. No mundo o tempo de contribuição da aposentadoria dos policiais é geralmente de 25 a 30 anos.  A Reforma da Previdência tem um peso muito perverso aos policiais brasileiros”, salienta o sindicalista Eustácio Lopes.

A deputada Daiane Pimentel (PSL-BA) disse que é a favor da Reforma da Previdência, está comprometida com o Governo, mas apoia a reivindicação dos policiais ” A deputada abriu o gabinete para que possamos discutir as mudança em prol dos profissionais em Segurança Pública”, frisa Eustácio Lopes.

ASCOM SINDPOC




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress