Search
domingo 18 novembro 2018
  • :
  • :

Senhor do Bonfim: investigador é conduzido ao posto policial por portar arma de fogo em evento junino

PORTE

O investigador Vitor Alves, lotado na Delegacia de Senhor do Bonfim, foi comemorar os festejos juninos, na noite deste sábado (23), e, ao passar pelo setor de revista da festa organizada pela Prefeitura, na praça do município, mesmo se identificando como policial civil, foi conduzido ao posto policial do circuito  por cinco policiais militares, sob a alegação de que o servidor  estava portando uma arma de fogo.

“Eu me identifiquei! Falei que trabalhava como policial civil de Senhor do Bonfim e, mesmo assim, me fizeram passar o maior constrangimento público. Um abuso de autoridade!”, denuncia o Investigador.

O Presidente do SINDPOC em exercício, Eustácio Lopes,  afirma que a entidade irá protocolar uma Representação no Ministério Público e vai  mover uma Ação de Dano Moral em defesa do servidor. O sindicalista explica que esses casos são recorrentes na Polícia Civil baiana e ferem a Lei do desarmamento  nº 10.826/2003 que disciplina o porte de arma. “A Polícia Civil tem essa prerrogativa de poder portar arma fora do horário de serviço, inclusive, em festas populares  e a Polícia Militar  insiste em desrespeitar nosso direito! Já tivemos vários servidores que foram vítimas desse tipo de abordagem”, critica Lopes.

ASCOM SINDPOC

CONFIRA BOLETIM DE OCORRÊNCIA




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress