Search
quinta-feira 20 julho 2017
  • :
  • :

SINDPOC e entidades de classe comemoram resultado positivo da luta conjunta

ass_conjunta-1
Servidores de todas as carreiras se unem na luta por melhores condições de trabalho e reestruturação salarial

 No último dia 2 os servidores de todas as carreiras que compõem a Polícia Civil da Bahia, como delegados, investigadores, escrivães, peritos criminais, peritos técnicos, peritos médicos e Odontos-legais se uniram e paralisaram as atividades por 24h. O movimento paredista é resultado da luta unificada da categoria por melhores condições de trabalho e por reestruturação salarial. De acordo com os policiais civis, 90% das delegacias estão em condições de extrema precariedade e não oferecem a mínima condição de trabalho, e o grande fosso salarial que se abriu entre as carreiras precisa ser reduzido.
 
Durante o período foram atendidas somente situações de flagrantes e levantamento cadavérico, enquanto os outros serviços, como lavratura de autos de prisão em flagrante, termos de ocorrência e circunstanciados, expedição de guias de exame pericial, visitas aos presos custodiados nas delegacias e expedição de Carteiras de Identidade (RG) foram suspensos.
 
Diversos veículos de comunicação acompanharam a movimentação em todo o estado, como em Itabuna, Ilhéus, Juazeiro, Porto Seguro, Jequié e Salvador (nos postos do SAC e na DEAM, por exemplo), e informou a população sobre a paralisação dos serviços e atendimentos. 
 
A paralisação foi votada e aprovada na assembleia geral conjunta da categoria promovida pelo SINDPOC, ADPEB, e demais entidades sindicais e associativas no dia 25 de novembro. A próxima atividade em conjunto será a aplicação da ‘operação padrão’, que é uma série de procedimentos a serem adotados pelos servidores no exercício das atividades. O SINDPOC já criou uma cartilha com as informações devidamente adequadas com as legislações vigentes e exemplares já foram distribuídos em todas as unidades de polícia.
 
Outro ponto de luta é em defesa dos direitos dos policiais que vem sendo ameaçados com as mudanças propostas pelo Governo Federal. Devem ocorrer manifestações de protesto em todos os estados.
 
Ascom – SINDPOC
Por Michele Coutinho



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress