Search
quarta-feira 22 novembro 2017
  • :
  • :

SINDPOC participa de ato de protesto contra reajuste zero

ato unificado (1)

Manifestação reuniu representantes sindicais de todo o funcionalismo público estadual

O SINDPOC marcou presença no ato unificado que reuniu todas as entidades representativas dos funcionários públicos do Estado na última quinta-feira (7) para protestar contra a imposição do governo em oferecer reajuste zero aos servidores estaduais. A mobilização foi convocada pela AFPEB (Associação dos Funcionários Públicos da Bahia) e Fetrab.

Depois de se concentrarem em frente à Assembleia Legislativa os trabalhadores seguiram pelas ruas do Centro Administrativo; deram uma parada na Secretaria da Fazenda e em seguida finalizaram o ato em frente à Governadoria. Durante a caminhada, os protestantes denunciaram as dificuldades vividas pelos servidores diante da ameaça de passar mais um ano sem ter os seus vencimentos corrigidos conforme determina a Legislação.

“O governo não pode simplesmente dizer que não dará nenhum reajuste, sem apresentar a verdadeira situação financeira do Estado”, ressaltou o presidente do sindicato Marcos Maurício ao destacar que os servidores amargam perdas de mais de 18% nos últimos três anos.

A diretoria do SINDPOC aproveitou para estender um grande banner expondo as reivindicações mais importantes dos policiais civis.

Os diretores Bernardino Gayoso, Eustácio Lopes, Valdemir Guimarães, Claudio Lima e Maria Luiza participaram da manifestação.

Calendário de lutas

Além de participar da luta unificada com os demais servidores o SINDPOC definiu um calendário próprio de mobilização, deliberado nas cinco últimas assembleias gerais da categoria (todas em 2016). Entre as deliberações, estão: as unidades que estão em estado precário receberão um selo declarando as péssimas condições de trabalho e serão paralisadas por 24h.

No dia 2 de maio será lançada a Cartilha Operação Legal e no dia 20 acontece a Expo Violência, no Farol da Barra. Durante o ato, o sindicato fixará no cartão postal de Salvador a quantidade de cruzes correspondentes ao número de homicídios ocorridos na Bahia.  Nas delegacias das principais cidades do Estado haverá também manifestações simultâneas.

Ascom – SINDPOC

Texto: Michele Coutinho




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress