Search
segunda-feira 22 janeiro 2018
  • :
  • :

Diretoria do SINDPOC se reúne com o Governador Rui Costa

reu_rui_capa

Diretores protocolam ofício com pauta de reivindicações da categoria deliberadas em assembleia

A diretoria do SINDPOC esteve na sede do Governo do Estado na tarde desta quinta-feira (19) para participar de reuniões e protocolar o ofício com a pauta de reivindicações da categoria deliberadas e confirmadas na última assembleia geral ocorrida no dia 23 de julho. Um dos eixos da proposta que compõe a Campanha Salarial é a reestruturação de carreira com igualdade salarial.

 Os diretores sindicais foram recebidos primeiramente pelo secretário de Relações Institucionais Josias Gomes, que parabenizou o sindicato pela postura e discernimento em compreender o momento difícil economicamente enfrentado não apenas pelo Brasil, mas em diversos países europeus, como Itália, Espanha e Grécia.  “O melhor caminho é esse, o do diálogo e da conversa franca e aberta. Poucas categorias entenderam isso, mas o SINDPOC foi um dos que entendeu e por esta razão eu os parabenizo”, disse o secretário.

As reivindicações postuladas pelo SINDPOC foram construídas e aprovadas em várias assembleias gerais da categoria, e tem como linha central o nível superior com igualdade salarial entre todas as carreiras da Polícia Civil, equiparando a complexidade e responsabilidade de todos os profissionais na área de investigação criminal.

“A categoria almeja e quer trabalhar pela sociedade, mas para que esse trabalho seja de excelência é necessário aumentar a eficiência na investigação criminal; porque assim os criminosos serão punidos com mais celeridade e com isso, automaticamente, se reduz o índice de criminalidade”, ressaltou o presidente do SINDPOC Marcos Maurício ao completar que é preciso promover a harmonização entre as carreiras e acabar de vez com as rivalidades geradas por vaidade. “Com base na atividade de investigação criminal todos trabalham para atingir um único fim e é preciso se entender isso”, ponderou.

Na audiência com o governador Rui Costa a qualidade na atividade de investigação criminal como instrumento primordial para elucidação dos crimes de ação pública condicionada e incondicionada voltou ao centro do debate. O atendimento de excelência ao cidadão, as custódias de presos nas delegacias, a confecção do TCO, a falta de efetivo para atendimento à sociedade e os atritos entre as carreiras da Polícia Civil, o que prejudica, e muito, o trabalho final (elucidação dos crimes) também foram assuntos abordados.

No sentido de estudar e debater sobre um anteprojeto de lei que tratará da investigação criminal no âmbito da Polícia Civil da Bahia o governador firmou o compromisso de nomear uma comissão composta por representantes do governo e do SINDPOC. Já o secretário Josias Gomes encaminhou a pauta do sindicato para o corpo técnico da SERIN para que seja detalhado cada item e, apósisso, será criado um calendário com cronograma acordado com a entidade para negociar cada um.

O secretário da Segurança Pública Maurício Teles também participou da reunião oficiosa.

CONFIRA OFICIO 90/2015 

ASCOM SINDPOC

Texto: Michele Coutinho




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress